23 de outubro de 2010

"Luar ... Parafraseando os pensamentos
De um dia quente, depois frio
E um nublado ao findar da noite
Com o canto dos pássaros ainda quando
O tempo era claro
Do poste de luz aquele que sempre esteve,
Como se a iluminar tudo;
Terreno de pedra e asfalto
Como o vasto campo de terra e gramado
Um livro para a apoiar as ideias,
Uma superfície segura aonde sento-me e piso
Um cercado de arame para aqueles
Do outro lado, os arredores
De vento fresco sem ventania.


"É como se uma máquina de ferro fundido tivesse passado por cima de mim, em cima do meu corpo. Porém, ainda não havendo força e vontade...