30 de novembro de 2010

Começa tudo com uma batida
O coração não quer, mas você deseja
Então se deseja, engana-se se é o teu coração?
Talvez isso soe demasiado, mas para um segundo

O mundo não acaba a medida que pensas
Mas tudo se esvai quando desacreditas ...
Perde quem és, por aquilo que nem vês?
Sente por aquilo que ouve, ou realiza pelo que queres?

Então abandone teu ser, e seja o que querem
Faça de conta que você é detratado pelo que ouve
E nada faz por aquilo que sentes prazer de ser
Ir ou vir, tanto faz ... Aproxime-se!

Sabe o valor de respirar?
Não! Então entenda ...
Você nasce com um único fim
Morrer ... E morrer não é nada comparado ao que fazem

Pois só se mata aquilo que criou
Deixe o que é ruim, finja não ser
Para pensares que és, e assim
Tudo sem mesmo eles desejarem

"Vai estar lá, onde menos esperaram, por nunca terem desejado, como quis."

"Somos feito uma imagem de um som inaudível! A cor como o mais rarefeito da vida em sua existência interna. Coisa pela qual nada ...