1 de novembro de 2010



São também meus devaneios, me perder, para encontrar-me. Pena que não me vejo por dentro, mas exponho isso tudo nesta minha toda forma de ser e existir.

"Atenua-se no vasto céu negro antigas estrelas e esplendorosa e formosa lua...

Fazendo mundos surgirem junto a sensação do vento noturno Solstício outono também declama o amor as folhas Onde cada uma delas também...