3 de dezembro de 2010

"Digo que você não tem como mérito receber meus poemas ...
Iguais aos que mando para outras pessoas,
todas são diferentes de si,
então não te confundo com ninguém."

O elixir da vida

Que frui como fumaça espessa e sem pesar Não faz desvendar nenhum mistério Onde olhos algum vê, sente a alma e morre o corpo E no além d...