3 de dezembro de 2010


O que me seria estranho senão pensar o porque de tudo?
Não me podes existir, estar sozinho é um imenso prazer
Quem dera eu pudesse mudar as coisas que faço!
E que minhas letras fossem como estas palavras
Se sei viver, você pode me dizer, como é ser feliz?
Segredos! Não, é o tempo que passa e você se preocupa...
Me diz o porquê? EM-FIM aqui tudo começa
Já escrevi para a chuva antes mesmo de saber eu
Era ela! Como uma música qualquer que não me fascina
Enquanto durmo tenho a mesma sensação de estar morto
Não sinto nada, sonhar, é mais do que coragem
Para enfrentar os pesadelos, isso ainda nem é tudo
Nunca quis gritar, só ouvir, tranquilo, sentes isso?
Não é magia, nem evidências que se faz por um fato
São minhas verdades, o rock n roll me encanta,
Não há companhia melhor do que ela, como velha e presente
Não ponho minhas esperanças em um altar, existo!
A COR-A existir me fascina, para que tantos sacrifícios?
Acredite, feliz sou por ver-te, e não me importam
As formas, o "coro dos anjos" também pode se tornar uma história
Antes uma música e agora minha inspiração, talvez
Graças a Deus, por ter olhos, boca ... Além de um coração
"Que me ouve antes de entregar-me, depois de quanto tempo?
Desde que eu deseje o bem, nenhum mal pode me ver."

"Eu e Ela."

Não são moedas meus anseios Ardentemente, desejo além do pensamento Porque não enxergo com os olhos Enxergo com a alma E somente ela sab...