14 de dezembro de 2010

S aúdo o sentimento
A té que não acabe
U nindo os pensamentos
D e um lado para o outro
A té encontrar-te
D iante dos meus olhos
E assim continuar
S empre a sentir.

S A U D A D E S

Deixe-me compartilhar com você uma memória

Dentro desse sonho, há uma imagem da morte E ela me leva onde há um saco de ossos Em que ali está o meu nome E pelo corredor daquele vale...