Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

quarta-feira, 30 de maio de 2012



"As areias do tempo que apagam os passos
Nos conduzem como vento as estradas
È preciso deixar de olhar para trás
Para se entender o que teremos a frente
È como um destino escolhido
Um passado esquecido ...
Reconhecer nossas estradas como um só caminho
Sabendo que no começo desse rio,
Podemos então encontrar o imenso mar"

quarta-feira, 16 de maio de 2012

"Infinito oceano,

De ondas que se espelham aos céus
Que se encontram no intímo firmamento
Em terras distintas onde se finda o silêncio
Das palavras perdidas que fazem versos

Pequenos pensamentos que se engrandecem
Nas alturas das estrelas que se fazem telas
Pintadas aos olhares que se perdem,
tentando encontrar a razão de ver

"Uma concepção de tempo a vida
Que definha o destino buscado
Sobre as perdas que se foram
Rastejando um tempo jaz perdido"

A liberdade de caminhar sobre as ondas
De um infinito oceano que desenho...
Que o terror inspira a imaginação
E toda imaginação se faz em vida

Um infinito oceano que cobre os céus
Para dar luzes as estrelas marítimas
Que todos somos um grão de areia
Uma nota a tocar sempre uma nova canção."

"A estrada,

"Se escondendo por detrás dos muros
Como se fosse encontrar sua alma
Perdida estava, pronta para se encontrar
Caminhava a espreita, a tudo encontrar."

domingo, 13 de maio de 2012

22 verões vivi, 22 outonos senti, 21 invernos sonhei, 21 primaveras se triplicaram ... Tempo que as estações se tornam tempo."

quarta-feira, 9 de maio de 2012

"A consequência daquilo que você faz, é o resultado daquilo que não busca, quer."

segunda-feira, 7 de maio de 2012

"Que não haja,

"Em mim o receio de agradar ou desegradar alguém
Que não me alegre nem me entristeça
Que nada me conduza ao nada,
mas que do nada eu saiba fazer existir
E que não haja glória no mundo que me perpetue ao homem."

"Solstício ao outono,


Os medos e os temores se partiram 
Como um nível não alcançado pelos desejos 
Em que a fraqueza tornara-se força 
 Quebrados como o vento que se toca pelo ar... 
Pairo sobre o sono sem sonho,
 perseguido pelos males em que o mundo se sente só,
 sem a representação do teatro da vida, 
em que nada mais vale por ódio, só por amor.

"Quem dera,

Eu fosse essas gotas d'águas
Para desenhar as ruas na chuva
Num dia ainda solene de luz
Percorrendo os montes altos

Cobrindo os horizontes como uma cortina
Esbranquiçada que embaça os olhos
Mas que insistem em descobrir 
Qual caminho ainda devo seguir 

Quem dera eu fosse a lágrima
Do seu rosto para deslizar a pele
Detratando a tristeza, sendo uma alegria
Que faz o monte dissolver em felicidade 

O tempo é a alquimia da ideias
Que surgem em meio as ruína
Em que percorre também a chuva
Molhando e limpando os campos ímpios 

"Vem soprando o vento,
Trazendo você de volta
Cantando a melodia
Que carrega os teus olhos." 

Quem dera eu fosse teus pensamentos
Te levaria aonde quer chegar
Sem medo e receio para tudo conquistar
Quem dera eu fosse o dono do mundo.
"O ser-humano é a mais terrível solidão do universo."
Para esperar o inesperado!
"Nem tudo o que pensamos pelo que ouvimos o é. Nem tudo o que fazemos quer ser."

"O que conduz o destino do vento e do frio?

O homem como o vento também passa por vários caminhos, percorre a vida toda sendo preparado pelas tempestades. Respirar, senrtir, ser ágil, veloz, ultrapassar barreiras, ter a liberdade de seguir em várias direções e chegar onde sopra o vento? Qual o oxigênio da vida? O que nos coloca em movimento? Existirá um centro fixo posto no infinito? Qual o ponto onde o vento começa a soprar?

sexta-feira, 4 de maio de 2012

"Não há uma transformação sem uma mudança"
"È sempre que caminho e ouço o vento cortar os meus ouvidos que ouço a música passar. Como uma melodia natural do que sou ao também cortar o vento. Que não me sente, mas por mim passa."

quinta-feira, 3 de maio de 2012

A Psicanálise, a Poesia, uma Filosodia. A fresta da porta fechada.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

"Assim como o mar necessita do vento, o vento necessita dos horizontes vastos. Assim necessitamos da existência de tudo para encontrar a nossa razão de estarmos acordados."

"Lubia...

"Lua bonita que brilha no céu
Alumia minhas flores como um sonho
Dopado ao sono da felicidade
Declarando o que não se esconde

Abrilhanta meu riacho de água potável
Que se bebendo se embreega de amores
Não se perdes, se acha neste infinito
Repara que tudo está vivo

Que se parte nas fronteiras do céu
Enluarada ao leo das estrelas marítimas
Que o vento sopra para te trazer
Beija eu com seu gosto seja qual for

Ao que se esconde aos arbustos lhes dou
Para que receba o anoitecer para outro amanhecer
Como se corpo a corpo, um céu e mar
Que seja você o céu e eu o mar

Vem e anoiteça os braços rendidos
Onde se esconde os mistérios divinos 
Onde se deita a menina a rede a sonhar
O infinito nunca contado além do além.
"Nunca se perca ... Não é impossível de ver, assim como não impossível de se realizar."
"O mar não é nada sem os ventos."
"Ele é sereno, tranquilo deseja bom dia, boa tarde e boa noite para os que conhece e até para os que não conhece. Ele sabe que é preciso buscar e não esperar.
Ela o admira é humilde, tem sede de sabedoria e busca pelos horizontes próximos aproximar-se dos impossíveis."

"O outro deseja o que é dos outros, sabe que não pode sozinho por isso de maneira fácil ousa conquistas chãs. E não existe paciência para o que quer, toma.
A outra, não o admira, mas aproveita do desvanecido que o ímpio lhes oferece, ela não é feliz e finge ser por ter coisas não conquistadas."

"Ele deseja ser grande quando pequeno, ela sabe que ser pequeno é ainda sim ser grande diante das coisas do mundo."

"O outro não sabe o que é sorrir e acordar inspirado para a vida. A outra acorda pensando no que terá no fim do dia."

"Ele tem vida eterna, ela companhia sincera e um amigo além de um amor."

"O outro tem a vida na terra, a outra um tempo vago e passageiro."

"Eles são todos iguais como seres humanos. Mas a cada um si, há um plano de vida, que quando buscada, nada pode os impedir... 

terça-feira, 1 de maio de 2012

Para//AnnaGouveia

"E se as vezes o sol deixar de brilhar, que eu me sente ao soslaio da janela, preste a sorrir para o dia, pois mesmo que escureça e eu não enxergue, sei que de outro lado o sol está a brilhar. Assim como não me vejo por dentro e brilho, que a sombra da noite não nos assole. Para que se acenda o pensamento, como a luz de vela que dissipa o terror. È quando se espera com ternura pela lua do sol a iluminar os ramos floridos além dos campos que me faço a desenhar com o olhar. È preciso olhar além da janela, é preciso pensar no mundo como uma passagem, que n'outro dia, nunca será o mesmo, pois o sol volta a brilhar a aquecer um corpo como um pensamento refletido sobre o orvalho da folha verde que um dia esquecemos de notar e regar sua planta para que sempre fosse bonita, assim mesmo sem o sol."