Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

"Logo irei até á janela... regarei a flor que perfuma meu quarto. Acariciarei a pétala mais luminosa da noite, chamarei o vento e pedirei que ele te leve mais belos sentidos para suas novas inspirações. E se este tocar sua face, não se assuste, é apenas a mim que te beija em silêncio, com carinho, e mesmo que não haja a luz do luar, teus olhos serão o farol da minha estrada."
Não, eu não penso nesta tristeza...
È diferente, vai além.. è um sentimento novo
Que vem, me toca como um vento,
e eu sei que logo se vai novamente...
Como as folhas do outonoAssim me descubro,
me reinvento, até a ti eu tenho aqui.
O que mais poderia ser diferente?
O coração bater do lado direito...
Ah, como isso seria uma ápice.
È o mesmo que te ver sorrir sem ter lhe esperado...
È que eu sei que o tempo passa, muito já aprendi.
Pouco posso ensinar
Mas o que fazer quando a boca se cala?
Falam os dedos..como se notas musicais sobre um piano antigo,
Que entoa cançõesde ninar, e trás mais uma noite.
Assim que finda o dia,
Estranha sensação de mais um dia estar vivo.
È porque se eu esperar tanto assim dos outros,
o que serei senão fizer?
O que terei se não for?
È este sentimento, que me molda,
feito moinho de vento para novos horizontes.
"Deixe-me cantar uma canção pra ti, enquanto procura pela luz."
"Não é como um beijo a luz do luar. È como o silêncio que quebra as correntes dos teus pensamentos. E trás a ti os mais belos sorrisos e sonhos a conquistar.
             ... È que assim a tristeza que bate em sua porta, é permitida a entrar, para que você saia e tranque áquela porta,."     (//Juliane||

"Noite, intensa solitária...

"È que chove lá fora, e as vitrais desenhadas
Me trazem seus olhos aos meus fechados.
Que te noto misturar o azul e o amarelo
Quando sem querer tudo faz mudar

È noite e o silêncio carrega o perfume das flores
Que me levam até você sem querer
Encontro-te em meio ao corredor, e dissipo a ilusão
Transformo-te em ápice intocável pelo mundo

O sonho de um Apogeu, a máxima de um sentimento
Que se finda quando as portas se fecham e abrem-se ás janelas
È porque você me trás o inverno solstício
E assim teus braços me aquecem enquanto sonho

È que teu sorriso é uma canção de ninar
Faz-me dançar em meio ao jardim enquanto neva lá fora
E sua pele o mais fino algodão que tece o carinho
Faz nascer sempre um novo dia quando chega a escuridão."
"È que lá, não há nada além de nada
E aqui, há sossego, o vento se achega
È que lá, existe uma solidão,
E aqui o tempo quase que não passa
È que lá, eu imagino ser invisível as vezes
E aqui tudo é real e infinito."
             "Seja aquela uma noite solitária."

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

"È que agora, ele não fica somente no mesmo lugar. Se dedica ás folhas verdes, brancas as que escrevem. E faz assim de seus passos uma nova história. È que ele é dito como louco, mas tem uma mente tão fascinante que é capaz de recordar-se do que você esquece."

sábado, 22 de fevereiro de 2014

"Esperando pelo inverno
              ,até lá tudo ainda será como deve ser. "

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

 "Caminhos que se perdiam,
        Buscavam por quem sonhava
        Perdia-se minutos, criava-se tempos
        De amores esquecidos, a serem despertos

        O olhar ansiava horizontes
        Os pensamentos, profundidade
        Agora silenciava os ventos
        A carregar pequenas folhas ...

No lugar onde habitavam devaneios
Surgindo uma nova esperança
De doar os sonhos perdidos
Os imaginários nunca revelados nem sentidos
 
Laços fraternos de um solo distante
Unindo-se em prol do pensar
Mostrando unidade de palavras
Como uma melodia escrita ao luar 

Como um estrela desenhada
Em um infinito firmamento
Que se faz praia vasta
De sonhos realizados e jogados ao mar profundo

Como o vento que sopra ao dia
Trazendo noite solstícia
Eternizando momentos únicos
Para que o sempre, seja a todo instante."
   "Sonhos nunca estarão distantes enquanto ainda enxergamos.
    Realizar nunca será impossível, enquanto ainda respirarmos."
"È porque, querendo ou não, alguma coisa sempre irá mudar."
           Desde o último provar da água da fonte a um novo nascer,

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

"È que não possuo meias verdades. Sou assim inteiro, depois que encontrei minha alma."

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

"Porque ao seu lado, a treva se parte
Em uma inexistência,
Torna-se o desejo de uma realidade
O pensamento sobre teu gosto

È que os anjos não vêem aqui,
e em seu olhar me encontro
Sondo teu perfume como se um distante
Que sempre alcanço ao imaginar-te."
"È que o tempo passa,
as coisas ficam,
Como aquilo que se vai,
e o vento também passa

Assim por mim, e por elas
por estas coisas,
Que sempre se esvão
pelos canteiros

São como folhas, que se desfazem
nunca sabemos, se é assim
È que me esqueço, do que se foi
Para pensar no que se vem

São como trilhos que levam o trem
a um destino despercebido
E só quando chega é que percebe
Que realmente o que se passa, já se esquece."!
"Um belo dia resolvi mudar."