Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

"O ser estranho que sou,

 Me transforma em tudo aquilo que sonhei, sem ter aquilo que chama-se perfeição. Ando e descaminho dos males, fazendo de mim um'. Um' ser intocável. Pois existo antes de tudo e sou antes de qualquer coisa que eu penso.
             Fragmentos...

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

[O espelho,

"   O espelho,
                      Não erra.
                                      Porquê?
                                                   Porque reflete certo!
                                  Não pensa!   "

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

        Uma  valsa, que dança em um sentido de repulsa. Que deixa ao longe, tudo aquilo que não importa, é!
       (...)   Eu não preciso ver, aquilo que você quer que eu enxergue. Porque enxergo, tudo aquilo que você jamais poderá ver  (...)
            ..Para-frase-e-ando...

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

        "Se você se esconde da vida. A escuridão vai até você."

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

"Os fracos carregam facas, os valentes escondem segredos."
"Torna-me-ei em sombras para que a luz mostre-me quem sou."
"Inconscientemente, pensamos.. Profundamente vivemos. Esquecimento, faz parte da força da vida. E então; despir-se, desnudar... È o que trás algo novo."

domingo, 11 de janeiro de 2015

"Que estranho diálogo este. Deste eu sobre o espelho que me reflete. Que sensação de não me enganar inda que ele não reflita pensamentos. Mas mostra a mim, uma descoberta terrível. Esta em ser o autor da minha vida."

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

"   (...)Nada eu faço por mim mesmo! Por isso, tenho gastado meu tempo, não deixando-o o simplesmente passar. È fútil ver passar o tempo, quando posso eu fazer algo."

           (Quanto mais elevado é o espírito mais ele sofre.)
                        //A. Shoupenhauer.
" (...)    Ela é estranha, mas eu gosto disso! Muito estranha, por sinal.  
                        (...) Mas eu gosto dela! Ré. (Mi) 
   È quase uma canção, mas distante. Por enquanto...
(...)nasce o sol, trás a luz. Bate o vento e sopra a vida. Um descaminho do que antes era, e agora nos vemos em outros planos. Sonhamos inda que acordados, e ultrapassamos as barreiras de uma existência perdida. Notícias manipuladas, e aplausos para um ataque mortal. Vidas que partem para o além. Vidas que brotam a terra, nascem, espíritos que suplicam. Vento que bate, palpite que sopro em querer viver e ser apenas feliz(...)
"Suponho que tudo o que eu sou, transformou-se naquele tempo em que eu disse o que seria, hoje."
"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato...
Ou toca, ou não toca."

"Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar."

                                //C. Lispector

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

"Eu ja disse, mas vou repetir:
Não se represa um rio,
Não se engana a natureza,
Faça a represa o que quiser,
Pois o rio cedo ou tarde vai arranjar um jeito de rasgar a terra,
Abrir um caminho,
E voltar a correr em seu leito de origem"
           //F. Pessoa

"Tolo o homem que discursa sobre o que pensam, sobre o que acham ser'. Pois ele nega a si, notando que há verdade no que os outros crêem e buscam."
"Versos ocultam sonhos
Sonhos desvendam realidades
Imaginar é o processo compreensivo
De coisas se tornarem realidade."
"A tempestade revela um caminho oculto. O significado de que o sol está vindo."

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

"Chove lá fora, enquanto aqui dentro, há uma dança em meus pensamentos. E eu tento converter aquilo que chama-se solidão, e então convido a vida para ser minha eterna companhia. A alma sente-se segura na tentativa desta companhia, porque não há para onde ir, o que fazer. Nunca estaremos a sós, pois basta notarmos que somos a sombra de nossa sombra, e a virtude de nossas vidas. Por isso, há sentido em crer que somos mais do que carne, e existimos etrrnamente de dentro para fora."
"Pena que não tenho dormido tanto quanto permanecido acordado."

sábado, 3 de janeiro de 2015

"Um sentimento
Introduzido no amor
Onde nada toca
E tudo flui
Como um rio
De ondas baixas
Mansas aos corpos
Que se entendem
Se encontram
E se deitam a relva
De mãos dadas
A ver as estrelas
Que bailam o céu
Em um infinito
Maravilhoso e profundo
Que nada se iguala
Um reflexo
Do pensamento
Bom, puro em devaneio
È, porque eu te amo
Assim sem saber
De qual Norte
Vem o vento
Se é sem fim
Se é o começo
De um tudo para mim
Sobre a flor deste campo
Que te dou,
Apenas me sacio
Ao seu lado em saber
Que tudo em mim
Ama tudo em você."

"Luci di Luna,

"Lá, na esquina da Lua
Onde brilha o sol,
Bate o sino de uma aldeia
Onde olhos acolhem-se
Aos lençóis finos
De uma fria noite,
Onde desce a luz de Luna
Para dissipar temores
Rompendo  sombras,
Trazendo luz, o amanhecer
Trajando o azul anil da violeta
Que percorre as trilhas escuras
De uma noite silenciosa
Profunda
Intensa
Melindra
Uma fada carismática
Sobre as copas das árvores
Em que faz crianças adormecerem
Sobre uma canção milenar
De um tempo inalcançável
Mas audível as almas que se atentam
A ouvir-te de longe,
E dança Luna sobre um céu
Intocável, mas visível
Aos olhos da alma."

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

"È que todo som que embala uma canção, é invisível, até que alma possa sentir e transmitir a sensação da realidade que nos encontramos. E então, poupamos a sensação com o sentimento presente. Assim como trás a chuva e leva o vento."

"Ela...

"Aninhou-se aos braços
De quem a ama,
Segura sobre o mundo
A que queria pertencer,
Sorrindo como doce criança
Olhos de lua, brilho de estrela
Oh! Quão bela está mulher
Que se deleita sobre o campo
Sobre a relva que dança
A noturna sensação do existir
Que vem de dentro para fora
Fazendo tudo então despertar
O vento a soprar
Sobre teus finos fios de cabelo
Sem ser apenas uma estrela
Mas junto a que ama, uma inteira
Inteira constelação,
Com os pés as ondas
De um rio que corre manso
Esperando um minuto a mais
Até que a luz do sol seja vista
O sentimento que trás a alma
E nada e ninguém possa roubar,
Por entre uma folha que cai
Trazendo a nova estação
Abre-se á porta do pensamento,
E tudo se torna tocável,
Pois há amor em acreditar naquilo
Que chama-se coração,
Em que dois depertarm, e se tornam um
Simplesmente para juntos viverem."
"Pensando sobre a vida. Notamos que nada pode ser real enquanto os olhos não vêem e o corpo sentir. Portanto é preciso saber, que na maioria das vezes, o problema está em nosso inconsciente, aquilo que chama-se, imaginação."