Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

domingo, 24 de maio de 2015

Uma lei di silêncio,

Cala-te pelos olhos, e sente os ouvidos
Numa fração de segundos, o que muda
Mudo o criado, que de longe transpira
Pois tão somente observa tudo que passa
E nada é real, até que seus olhos o vejam."

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Porque ela não para pelas mãos das estações.Pois sabe que além do inverno, sempre chega a primavera.E que possivelmente andar na linha, corre todo perigo. Pois pesados são os vagões que trilham os ferros.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Voltar, olhar para dentro
Escrever como sou,
O que os olhos meus vêem
Sobre o que sente meu espírito
Que a cada segundo palpita
Uma vantagem, um lugar
Ou além de tudo, alguém
Que se quer sei quem é
Pois sobre mim, voltar
A me olhar para dentro,
Pois ninguém percebe como eu
Que meu tempo é meu,
E tem passado, como um vento
Que as vezes devasta e leva para longe
Tudo quanto não serve, e esvazia
O pensamento, trás o alívio
E carrega as folhas em mais uma temporada
Outono que se dá ao inverno
E tudo torna a suprir os instantes
Que em mim, se tornam momentos
E me vou, além-do-além
E me solto dos pensamentos
Que sempre passam,
Pois quem me carrega além do sentido
Há de palpitar um dia a sorte
Que meu coração não diz amar
Mas sabe que outrora, tudo pode e vai mudar."
No silêncio, podemos melhor nos conhecermos. Pois é necessário silenciar- se para ouvir o coração, e dar razão ao que pensamos. E agir com a certeza de que tudo vai dar certo. #
           // fragmentos
Não é que nada tenha acontecido. É que para acontecer alguma coisa, precisamos abrir o coração, mover os pés. 
É que pensar do mesmo modo sem nada fazer. É como ouvir e acreditar em nada sem os olhos verem. É só como sente as palavras. Não a pele, os cabelos,
            ..//

quinta-feira, 7 de maio de 2015

# as nossas emoções não nos pertencem. Por isso a sobriedade evita qualquer sofrimento que outros tentam nos trazer. #

                    // / reflexões

# A minha espada fere aquele que também de mim se defende.
 Por outrora ter- me atacado. #
                                   ...

quarta-feira, 6 de maio de 2015

"Porque é preciso perdoar-se, pois é necessário ser feliz. A necessidade de ser feliz, está em libertar-se daquilo que incomoda. Não é possível que alguém ou algo possa por toda vida e todo tempo nos tomar. Por isso é preciso desapegar-se, desprender-se e direcionar as bandeiras. Cansar-se da mesmice, viver por algo que o impulsione a fazer as coisas de forma correta, porque mesmo assim, irá errar, irá falhar, mas nunca perecerá em algo que tão somente pensou e frustrou-lhes. Chega um momento em que é necessário deixar o conhecimento para esvaziar-se, dar-se ao novo e abrir as portas de um novo horizonte. Não é possível encher a bagagem para com todo sempre as mesmas coisas e ser feliz. Não se compra o tempo, mas quando se o acompanha é possível enxergar as possibilidades, realizar os impossíveis. Pois nada se eleva diante dos olhos se a alma não quiser realizar. "Não se enxerga do tamanho que as coisas são pelas tuas cores, mas do tamanho que se pensa, para pintar a tela que os olhos desejam ver. E as mãos tocam."

segunda-feira, 4 de maio de 2015

"O tempo tem passado como se nada mais tivesse importância. Assim as pessoas, tem ido e vindo sem uma boa e verdadeira razão para aprenderem a se aproximarem dos impossíveis da vida. E assim a vida, tem passado por tudo e por todos, sem que ninguém perceba que há um certo fim para tudo quanto existe. "
                   // fragmentos,

"O pensamento não produz resultado. Por isso eis que devemos agir de acordo com o desejo de nossos corações. Podendo evitar um sofrimento antecipado a realidade. O que pesa profundamente não é a dor que criamos quando pensamos. Mas a dor que sente o nosso espírito. "