Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

"Ainda chove aqui dentro dos pensamentos
E cada pensamento feito uma gota
E relampeja os olhos sobre a janela
Ancorada sobre mim, os passos
Que vem de um lado de mim
Que desconheço, não é este pedaço
Aliás, que faz-me desejar
É este som, este barulho, mágica
Que me atípica a ser quem sou
Sem faces, máscaras, ou deslizes
De um coração inaudível
Este mesmo é o tiquetaquear, o relógio
Que revira minhas manhãs, transformas as tardes
E me trazem as noites, e est que chove
Aqui na companhia do além de mim
Me acho, sozinho e nada se perde
Rompe os cordões, e faz-me um cais
Que de longe sempre próximo esta de todos os faróis."
"Corpo trêmulo, como se nada houvesse
Dentro, e queima o corpo todo afora
Deliro um sonho acordada,
Sobre a janela, enquanto cai a chuva
De gota em gota, arruinando campos
Que estão distante, tão de mim
Vazia, febril, mas contida em tudo
Sobre os olhos que quase adormecem
Me sento, mas prefiro o deitar-me dos pensamentos
Que deslizam, voam, e traem o novo
Nada palpita o querer, muda, silenciosa
Os dedos frágeis, como se desejassem pintar
Uma tela interior de mim, que se desfez
De uma tarde passada, a fadiga
Levada aos orvalhos de cristais que me deixam
Aqui, paira sobre esta silhueta de uma luz fraca
Os olhos, tremeluzem o sentido do que vejo
E o coração saltita uma ânsia de cura
De ser a chuva o instante, e o colo que acolhe
Tão simplesmente para eu sonhar, sem ponderar
Delirar, não o amor, mas o coração para viver."

terça-feira, 25 de agosto de 2015

"Uma fria brisa, e caminho sozinho
Pois nada vê os olhos, senão destroços
E por onde descaminho, deixo um pedaço
De mim, para que eu esqueça ontem
Tudo que se foi, tudo que parecia ser
Este instante é o mais que tudo transforma
A cada passo que dou, deixo um sonho
Que se realizou só de eu ter antes existido
A sombra de mim, que temia a nada
Agora alavanca um novo existir,
Derruba as pontes, desfaz as trilhas
E aniquila tudo que parece alto
A cada passo que dou aqui, descaminho
De tudo que nada me vale."
 
 

domingo, 16 de agosto de 2015

"De tudo quanto penso ser, nada é
Mas algo se transforma, se desfaz
Quando então noto que nada me vale
Isso aqui que está aqui fora, pois há vento
E em tudo toca, e em nada fica
È preciso sentir o interior, tal como a alma
Deixar fluir o que não possuem, e mostrar
Tudo quanto é, que está dentro
Pois por fora, olhos assistem olhos, corpos
E uma dança sem sentido, que nada traz ao coração
Mas se tal olhar com aquilo que está dentro
Será possível não só imaginar, devanear
mas viver profundamente tudo quanto
Não podem lhes dar, fazer ou te presentear
È preciso se encontrar para achar, aquilo
Que um dia se perdeu."

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

"Porque o rio que se junta com outros rios, nunca chega ao mar. Pois mistura-se as ondas que não são tuas, e sempre morre no interior do nada. Mas o rio que corre sozinho, sempre encontra o mar, e torna-se um oceano"

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

"Porque de todas as razões que temos, uma basta: Existir... A certeza do que há dentro. O que dá sentido para as coisas que estão do lado de fora. Um dia pensei ser o ponto mais elevado, mas o fato é; nunca seremos mais elevados do que nossos corações. Tão pouco melhores um do que os outros. É necessário saber que ser livre é diferente de aproveitar a liberdade.
É crescer em meio ao movimento da vida, que nunca é como queremos, e que na maioria das vezes nos reserva surpresas ruins. E notei que envelhecer é um dos dons mais belos que a vida pode nos dar, porque; Porque notamos que há verdadeira importância em aceitarmos o crescimento e que o esquecimento é a força da vida. Note bem, haverá sempre uma razão para que morra a flor, é preciso dar-se aos novos perfumes, é necessário ir mesmo sem motivação. É certo de que temos que nos deparar aos erros, só assim será necessário que venhamos a acertar, a concluir o fim de cada dia, com a certeza de que mesmo errando, somos parte de uma perfeição intocável. E se quer sentir a vida, tenha a certeza de que tudo o que se foi, não volta mais. E tudo o que virá amanhã, faz parte do que pensa agora."

domingo, 9 de agosto de 2015

"Como este tom, vermelho que desce
de um pensamento para o sonhar
que te aprofunda, sem saber a razão
e tudo parte de um desejo
que os olhos não vê, e sente a alma
o estado sombrio que horroriza
a metamorfose do coração, que bate
ainda que sem esperança, pois sempre,
sempre nasce um sonho de dentro
e que de tão pouco realiza fora,
ao menos que nasça o amor,
que sonha viver, sentir
"Porque este vento que sopra aqui,
também há de soprar lá, -além-do-além
é como um trem d'outro mundo
e assim que fique pra lá,
porque se tiver que derrubar os muros,
que derrube e se houver pessoas
que sejam arrastadas pelo vento
que um dia soprou aqui com seus pensamentos
nada é tão relativo assim, quando queremos
nos desprender destes turbilhões que nos desejam
porque assim, como o vento, também inspiramos
e se nada foi do modo que queríamos que fosse
que seja da maneira que tudo quer inspirar
sejamos nós as folhas, que se vão
dando espaço e vida, para o novo
pois nunca sabemos onde vamos ir ou parar
assim, são os pensamentos que fluem
e não temos certeza do que nos trará
então que os desejos do coração, não sejam
apenas reais, mas conspirações
para que tudo mude, que assim seja
não só como um dito, mas um gesto
que transforma, muda, traz
de volta a realidade do que é, e que nada
seja aparentemente, como só pensamos
mas que seja do modo que simplesmente agimos.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

E deixa fluir este rio esmagador!
ㅤㅤ ㅤㅤ De ideias selvagens que saltam os muros
ㅤㅤ ㅤㅤ E roubam as danças que nos traz o vento
ㅤㅤ ㅤㅤ Porque assim, nada passa tão despercebido
ㅤㅤ ㅤㅤ(...) Deixa fluir esta canção,
ㅤㅤ ㅤㅤ Porque sua alma deseja o sinal da vida
ㅤㅤ ㅤㅤ Não, não naufrague este coração
ㅤㅤ ㅤㅤ Sempre haverá um amor perdido
ㅤㅤ ㅤㅤ Por entre as flores deste campo
ㅤㅤ ㅤㅤ Deixa fluir, este silêncio e paz
ㅤㅤ ㅤㅤ Que tece o ninho de seus fios de cabelos
ㅤㅤ ㅤㅤ E nada desce sem que tenha ido
ㅤㅤ ㅤㅤ E o que fica, almeja sempre o coração."