Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

terça-feira, 31 de maio de 2016

   "Pensando bem, faz sentido crer na alma. Quem pensaria tão bem no zero, quanto o saber da sua própria Alma?"

terça-feira, 24 de maio de 2016

"Porque cada um de nós somos um coração movendo o mundo. Uma mistura de razão e sentimentos que fazem tudo quanto há, acontecer. Assim, cada gesto de gratidão nos permite ser uma flor que nasce em meio aos alheios e descompassos da vida. Nada é eterno, senão cada gesto que damos em razão da verdade, nos fazendo se sentir verdadeiramente bem."

quinta-feira, 19 de maio de 2016

# contemplo uma imagem surda e muda. Que mesmo sem o movimento espelha o brilho vitral de uma semelhança a perfeição. É simples tua formosura, um ser intocável, que mesmo em silêncio e d'outro lado, torna o momento estranho, mas inspirador. Faz com que os pensamentos distorcidos se partam e não existam senão inconscientemente. Este instante que vai passar, se eterniza aqui, e então permanecerá guardado como um ápice que destrata os males. Não é uma ilusão, tão pouco amor e se quer desejo ardente de uma mera paixão. É como uma nota musical, que finda para transformar a vida. No mero instante em que tudo paira levemente, tocamos o peso daquilo que em nós não incomoda. Mas carrega finitamente o ar que respiramos, a saudar a vida. Dando sentido aquilo que pouco vimos um dia. Então, a imagem que sonhamos, não seria só um espelho refletido pela alma, mas a existência daquilo que nos move. Presumo o sonho sem sono, onde dormimos, para que a vida ao amanhecer nos traga o vento, á chuva, o sol. E nada seja perdido senão o instante que passará.
              _______________________________
 # Um sentimento desperto em meio ao vento que oscila no cair da noite. Uma tensão repentina, que vem de dentro e paira sobre o olhar, que faz perder o sentido da vida. Tão simplesmente porque nada ela é, senão o que vemos. Certo de que o sentido da vida, não esta no que vemos, mas naquilo que buscamos, torno o saudade por tudo aquilo que ainda não vivi ou vi. Furtemos o sonho de existir por dentro, e não ser só um corpo. Ser a alma definida, ser o corpo sustento pela realidade dos invisíveis que há em nós. Teorizemos nosso interior, para que sejamos inteiros. E nenhuma saudade do que antes foi, seja presente. Mas sentimos isso, como uma força do que podemos e poderemos realizar, amanhã."
# Sei o quão o mundo se perde a cada dia. Por isso vou e sigo na contramão do que todos fazem e querem. Em busca de uma realidade, não do desafeto que traz o que se tornou virtual e distanciou os homens. Não quero perder a   essência do que ainda resta e o homem deixou. O abraço, a flor que nasce toda manhã no campo. Os olhos para o sol que desperta cada dia meu. Os sentidos pelas constelações e é real. As mãos para o mar e assim navegar sem perder a razão do sentimento. Não iludir para não ser iludido... Viver  pois é preciso não se distanciar da vida em sua afinidade do que é bom. Abandonar o cais, e caminhar sobre a areia sem deixar rastos do passado.  Construir uma vida... sou um agora, mas amanhã, posso conviver com alguém e ser dois em uma vida só. #
  # Este sentido tempo, onde chove lá fora e cada gota da chuva se faz como uma melodia. O tempo pairo sobre uma noite misteriosa, mas só no sentido de existir. Tão confuso sentir o coração bater, sem que a mente possa conduzir-me. Cada gota como um orvalho, faz tanto tempo que não me  vejo amar uma imagem semelhante a tua. Que me estranho  a esta sensação. É uma interpretação lírica, mas retórica. É como essa lua que se esconde alta sobre mim. Neste silêncio, o limiar do meu próprio coração desenfreado não sabe o que me dizer, e torno-me mudo ... O que reflito sentindo amar o que nem sei se por mim se em mim pensa? Quem dera eu fosse só esse instante a partir junto a chuva. Há chuva lá fora, e eu inquieto movo os olhos para te buscar num canto qualquer onde a vida me permitiu sentir, como quem ama calado e sabe que não há loucura em sonhar, inda que por um instante. T'é que eu me torne o tiquetaquear, fazendo o meu coração novamente viver, o amor distante, mas real. O desabrochar do sorriso verdadeiro, não inventado #

quarta-feira, 18 de maio de 2016

"Libertação não está em ser simplesmente livre.
Mas sim, em não fazer o que todos os homens fazem."
"Eu não vai mais a fundo.
Vou mais em frente."

...Descaminho,

Nem tudo finda bem
Pois quase nada é verdade
Então se pouco acaba
E quase tudo ilusão
Vivo o mundo em vão
Só minha alma sabe
Que o quê penso, sobre!
O que vejo é mentira
   ..Descaminho
O mundo, e vivo os interiores
As cores sobre todas as coisas
As que dou nome e vida

quarta-feira, 4 de maio de 2016

         Neste limiar, onde finda a tarde
Desce a noite, fria com sua brisa
Expressando os temores mortais,
Onde desejos e paixões, se afogam
Em meio aos medos terrenos
Nada inspira, senão o silêncio
Terno que faz-me desejar-te
De um lado quase Q'intocável
Assombrar-me-ei noite passada ao sonho
Que me levou através deste revés
Onde cada passo teu na areia,
Descaminhava-me para tu, longínqua
Brisa regada ao refinado vinho,
Tão sútil e mortal ...
Em meio as ondas, as constelações
Seguindo o rastro de um perfume
Doce e terno quanto a um sorriso
Pouco a mim desvendado!
Que tanto encanta? Senão o instante apenas.
Uma nota intocável cada pensamento teu
Desnuda-me sobre um intervalo
De mim e onde estou, para te buscar
Neste evento em que nada me vale da realidade
Se não te sonhar como quem acredita
Que nada é distante, e o bastante ainda é pouco,
Sobre cada passo teu dado a areia,
Um horizonte se abre para cada canto que deseja chegar
È quando desperto, que te vejo, saudoso sol
E é quando adormeço, que te busco intocável, Luna.
                   A//Yuri.