20 de janeiro de 2010

"Então, não mais deixe suas lágrimas, rolarem.. E apenas sorria, a chuva que molha aqui, lava minha alma, mesmo eu não estando debaixo dela. Mas desejo que o vento que sopra leve a ti, um roda-moinho de rosas perfumadas. Minhas asas planam aonde desejam. E depois de ter novamente renascido, me vejo no topo de altas montanhas, pronto para voar, para lugares que ainda não fui."

"Somos feito uma imagem de um som inaudível! A cor como o mais rarefeito da vida em sua existência interna. Coisa pela qual nada ...