4 de maio de 2012

"È sempre que caminho e ouço o vento cortar os meus ouvidos que ouço a música passar. Como uma melodia natural do que sou ao também cortar o vento. Que não me sente, mas por mim passa."

"Eu e Ela."

Não são moedas meus anseios Ardentemente, desejo além do pensamento Porque não enxergo com os olhos Enxergo com a alma E somente ela sab...