3 de dezembro de 2009

Oh, o quão és bela meu amor.
Tão bela, que posso dizer que és perfeita.
E eu sou tão terrível e incorreto.
Mas ainda sim, eu quero que esteja sempre bela, aos meus olhos.

Eu sou completamente perfeito, mas...
Mas perfeitamente incompleto e errado.
Eu queria nunca me sentir carente
Mas você age como se quisesse apenas, me conhecer.

"Quero que este meu vislumbre seja devido apenas pelas minhas fantasias."
Eu sei que sou apenas uma criança perturbada, não pense que passarei minha vida toda ao seu lado. Tudo se move, ritmicamente. Tudo que digo, tudo que fazemos... Acreditamos, mas o que é verdade? Quero flutuar navegando tão maravilhosamente, como uma correnteza que para, mas dá espaço para suas novas ondas e formas."

Sua voz... Quanta ternura num só ser, Mas por hoje! Almejo sonhar no teu sono E no limiar do teu descanso Repousar em teus seios!