25 de janeiro de 2010

        "Pessoas, vivem a se enganar. O poeta a se encontrar, sempre num caminho por estradas diferentes."

"Na vigília dessa noite, enquanto todos dormiam. O mundo a se mover sem perceberem da mesma forma ao estarem todos despertos. Movia-se ...