17 de fevereiro de 2010

"No amor, encontra-se o prazer da felicidade. Mas na felicidade encontra-se turbulações. No medo, podemos sorver a coragem. E na coragem, podemos enfrentar os medos. Nas turbulações e problemas, podemos usar do nosso amor, para então estarmos sempre protegidos. De todas as cores que ainda não vi, desenharei um arco-íris, só para atravessá-lo e estender a mão a quem precisa."

Toda essa euforia pelo qual o tempo tem transtornado, o rarefeito em que a maioria dos homens negam por insuficiência física, causando o des...