17 de março de 2010

"De que nada que possamos fazer seja ruim... Talvez seja algo que não nos agrada. Por isso ainda há quem aproveite o que está no lixo, andei por lá. Encontrei tantas coisas, que via na perfeição a igualdade de forma, e no lixo a desigualdade de encontrar peças diferente para montar algo único."

"Na vigília dessa noite, enquanto todos dormiam. O mundo a se mover sem perceberem da mesma forma ao estarem todos despertos. Movia-se ...