28 de abril de 2010

Lábios pintados por uma tinta azul
Cabelos bagunçados, coisa de criança
De que com nada se importa
Retirei sua caneta
E a ensinei a desenhar uma borboleta
Depois ela me pediu pra te ensinar uma, flor
Azuis estavam às folhas
E ela continuava a desenhar, aprendendo. . .
          //Maria Eduarda

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...