30 de abril de 2010

Menina que mora só
Dinâmicas diferentes
Das que já viveu
Nada era tão confuso
Mas confuso era pensar e viver
Aquilo...

Sua outra parte da família
Está em sua casa
Uma nova criança vai nascer
Nos próximos dias
Uma nova alegria

Passos por toda noite
Não eram fantasmas
Mas parte de si que em agonia estava
Seu marido chegou tarde
Embriagado estava, mal odor

Cama dividida com a outra
Para que o outro
Não lhe fizesse passar mal
O celular acorda-a pela madrugada
E ela então desperta
Para não deixar o tempo passar...

        //Anny que não conheci, mas Anny que ouvi teu nome.

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...