24 de maio de 2010

“Ela sabia se fosse, teria uma resposta. Como tinha a certeza de que se não fosse, nada iria conseguir. Pensava na resposta sem antes saber, imaginava o que teria sem antes ir. Sonhando a ponto de criar em si um próprio mundo. Sobretudo... A solidão só ensina a ser só, e ela aprendeu muito bem;

Vai-se em surto de uma
Imensa criatividade, sem medo
Ou se esvaindo em seus
Comportamentos pensativos

Uma corriqueira tentativa
Inacessíveis realizares

Sabia que o mundo era
Bem maior do que os seus
Olhos viam, só precisava
Saber que tendo aqueles pares
Como os pés e um conjunto de
Pensar, poderia tornar o mundo, teu.

"Atenua-se no vasto céu negro antigas estrelas e esplendorosa e formosa lua...

Fazendo mundos surgirem junto a sensação do vento noturno Solstício outono também declama o amor as folhas Onde cada uma delas também...