11 de maio de 2010

"Eu & meu inimaginario."

De lá de longe... De onde nunca vão,
e nem mesmo falam, daqui de onde estou para em nada reparar, mas para que tudo em mim, seja apenas inspirações mesmo quando falado sou, se mal.. Que seja daquele lado, se bom que eu possa sorver aquilo que me convém!
Me inspiro quando pede para que eu me inspire, me inspiro mesmo quando não se há inspirações para sentir...

Certo de que a poesia existe

E que faz-me viver nestas eiras perdidas das estradas Desnudas da vida de homens quaisqueres de iguais Seres de areias que desfazem ao v...