30 de maio de 2010

Vou fazer do amor, minha arma mais forte... Potente & sem escudo!
De uma paixão farei momentos.
De uma música farei uma nova melodia.
Dos seus olhos espectador do que faço sem receio.
Do que faço se receio, o melhor dos sonhos.
Do que vivo algo que nem mesmo imaginou.
Os homens mortos nunca me contaram mentiras,
Como os homens que vivem, só pensam em se enganarem
Sei mais do que deveria, sinto mais do que você quer
Incrível como se para com facilidade aquilo que só parece difícil
Encorajador quando se encara os medos de frente.
Bom demais, para viver só a perfeição
Que de tanto dita, logo se faz esquecida
Perspicaz e eficiente quando se vê o mundo que vive-se
Solitário eterno se não desejar viver no mundo
Desmerecedor se não querer que outra mereça
Pouco sabes sobre si, mas muito terá
Se em tu, acreditar...
Daquilo que se vê, pode-se sentir
Daquilo que sentir, poderá haver mudança
Não por aquilo que viu,
mas por todas as mínimas coisas que ainda as fará eternas & grandes.

"Na vigília dessa noite, enquanto todos dormiam. O mundo a se mover sem perceberem da mesma forma ao estarem todos despertos. Movia-se ...