26 de julho de 2010

"Minha voz as vezes me faz ecos ... Ecos ... Para que seja a minha própria certeza, de que se achegarão aonde desejo ser ouvida."
(Vozes)

O elixir da vida

Que frui como fumaça espessa e sem pesar Não faz desvendar nenhum mistério Onde olhos algum vê, sente a alma e morre o corpo E no além d...