Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

terça-feira, 10 de agosto de 2010

E parte o navio
Sobre o mar e ondas valsantes
De ondas e ventânias
De sopros e ilhas
Perde-se o olhar da cidade
Vagando as nuvens
Se esconde uma verdade!
Faz sol sol no horizonte
Cresce as flores no campo
Nasce e brota nos montes
Tão longe que nem sei aonde está
Esconde-se nos céus
Morada de REI
A verdade que se brilha como sol ardente e REAL
Chove no sertão
E se amansa as ondas
E atravesso os mundos
È como voar sem ter asas
Quando caminho e me assento
E sem os pés na terra
Sinto-me voando ... È só fechar os olhos
Imaginando onde está ...
As palavras do acerto
Os gestos de bondade
Como as minhas verdades
Expostas no mais belo sol
Que brilha ... eu canto!