21 de junho de 2011

Que tanta dor que sente
Para se viver uma alegria
Haverá tempo de sorrir
E para que toda tristeza
Seja também sentimento
Digo que é só saudade
De uma coisa simples
Que nos faz tanta falta
Que quando volta
Tudo parece brilhar
E lá de longe o que se aproxima
È toda a alegria de reacender
O olhar por aquilo que amamos
Gostamos e receamos perder ...

Certo de que a poesia existe

E que faz-me viver nestas eiras perdidas das estradas Desnudas da vida de homens quaisqueres de iguais Seres de areias que desfazem ao v...