8 de dezembro de 2011


.____________________.__________________.

"Beije-me como se não houvesse gosto melhor. Sinta meu corpo vibrar sobre as ondas de seu sussurro, como se um trem a aproximar-se. Mais perto, deixando que cada centelha das árvores se desfizessem após todo o seu silêncio. È como um espelho d'água, repleto de sobrenaturalidade adentro, e mais perto.("NECESSITO DO PRETO E DO BRANCO PARA PINTAR COM MINHAS CORES, POIS AQUILO QUE JAZ COLORIDO NÃO PODE RECEBER OUTRAS CORES. ISSO NOS PERMITE TER A IDEIA EXATA DO QUE FAZER NAQUILO QUE AINDA NÃO ESTÁ VIVO CONSIDERADAMENTE. NÃO PODEMOS NOS COMPROMETER COM A OBRA JÁ PRONTA, É COMO UM PRESENTE QUE ANTES TERIA SIDO DADO A QUEM O MERECE. POR ISSO PODEMOS MODIFICAR OS ÁTOMOS, COMO OS CRISTAIS SEM CORES PARA FAZÊ-LOS ARTE COM AS PRÓPRIAS MÃOS E COM OS PENSAMENTOS. COM A DEDICAÇÃO QUE SE FINDA NAS CORES DO PÔR-DO-SOL.)
Como está chuva cinzenta que cai, pairando sobre montes e arvoredos infinitos, em que logo se faz por uma chegada da noite. Para o beijo da luna, e uma sensualidade de apenas existir sem comedir os lados visando tudo que está adentro. E daqui deste cômodo eu posso ir além das montanhas que me separam do seu lugar, indica-se com o dedo para onde se quer chegar, e as estrelas mostram o caminho. Não é tão longe daqui, pois o amanhã logo chegará e com ele um dia para celebrar os cordões de flores, deitar-se sobre os trilhos pesados de um trem a se aproximar. E só levantar quando o corpo não mais suportar a vibração natural da terra. Seguindo contra o vento, tendo a sensação de ser o próprio tempo. E tudo muda num instante ...

Nós que confiamos em Deus, sabemos que não é  porque podemos uma ou outra coisa que a vida se realiza ou está realizada, mas é na superiorid...