22 de dezembro de 2012

"Passava por lá o silêncio,
Ele se escondia
Pelo escuro das grutas
Flores sepulcrais, 

Jazem sonhos profanos
De solidez perdida
Que se encontra
Na profunda existência

De seres esquecidos
Que tornaram-se espetros
Pensamenos ... reais,
Adormece uma flor

Que encanta difusos risos
Espreitam passos e sombras
Chove lá fora e só
Gotas se fazem cristais e chove.

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...