23 de junho de 2013

"O vento que passa,
O silêncio que fica
A passagem do tempo
As indas da vida

O momento que vem
O sorriso que inventa
Às chegadas das noites
As indas dos dias

A poesia que se cria
Uma inspiração como guia
Um sentido inexplorável
Para um coração que bate."

Deixe-me compartilhar com você uma memória

Dentro desse sonho, há uma imagem da morte E ela me leva onde há um saco de ossos Em que ali está o meu nome E pelo corredor daquele vale...