20 de abril de 2014

         "E a boca do Justo ditará a soberania;
 O quão é benigna
 O quão amena
 O lírio da pureza e a rosa com espinhos que faz o coração sangrar e paralisar com tamanha dor e pecado."
           De  //Nathalia.

Rufa o tempo sobre essa silhueta

Imagem do inenarrável sentimento Que faz ressuscitar perfeita ponte Onde brinca as ondas de águas claras Riacho profundo, chamado sono D...