3 de maio de 2014

"Eis que deva acreditar que há sempre um passo a cada amanhecer. Erguer os olhos e enxergar a primeira luz, para que tudo que passa como um vento forte, amenize-se diante dos pensamentos. Sem limitarmo-nos, enxergamos assim que a primeira luz surge de dentro de nós, por através daquilo que buscamos."

"Atenua-se no vasto céu negro antigas estrelas e esplendorosa e formosa lua...

Fazendo mundos surgirem junto a sensação do vento noturno Solstício outono também declama o amor as folhas Onde cada uma delas também...