Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

quinta-feira, 19 de maio de 2016

# contemplo uma imagem surda e muda. Que mesmo sem o movimento espelha o brilho vitral de uma semelhança a perfeição. É simples tua formosura, um ser intocável, que mesmo em silêncio e d'outro lado, torna o momento estranho, mas inspirador. Faz com que os pensamentos distorcidos se partam e não existam senão inconscientemente. Este instante que vai passar, se eterniza aqui, e então permanecerá guardado como um ápice que destrata os males. Não é uma ilusão, tão pouco amor e se quer desejo ardente de uma mera paixão. É como uma nota musical, que finda para transformar a vida. No mero instante em que tudo paira levemente, tocamos o peso daquilo que em nós não incomoda. Mas carrega finitamente o ar que respiramos, a saudar a vida. Dando sentido aquilo que pouco vimos um dia. Então, a imagem que sonhamos, não seria só um espelho refletido pela alma, mas a existência daquilo que nos move. Presumo o sonho sem sono, onde dormimos, para que a vida ao amanhecer nos traga o vento, á chuva, o sol. E nada seja perdido senão o instante que passará.
              _______________________________
 # Um sentimento desperto em meio ao vento que oscila no cair da noite. Uma tensão repentina, que vem de dentro e paira sobre o olhar, que faz perder o sentido da vida. Tão simplesmente porque nada ela é, senão o que vemos. Certo de que o sentido da vida, não esta no que vemos, mas naquilo que buscamos, torno o saudade por tudo aquilo que ainda não vivi ou vi. Furtemos o sonho de existir por dentro, e não ser só um corpo. Ser a alma definida, ser o corpo sustento pela realidade dos invisíveis que há em nós. Teorizemos nosso interior, para que sejamos inteiros. E nenhuma saudade do que antes foi, seja presente. Mas sentimos isso, como uma força do que podemos e poderemos realizar, amanhã."