18 de maio de 2017


(Precisamos bem menos das sombras do que os animais precisam.)

(Aprenda a elevar os olhos e também ensine; Senão olha, não deseja. E se deseja o que não pode se ver, se realiza fazendo. Não sonhando com os olhos.)

O poema:

São nas horas mais silenciosas
Que nos conhecemos interiormente
Porque vemos o mundo
Entendemos o que está ao nosso redor
O modo como vemos
O que por nós passa
Determina quem somos
Quem passa por mim e anda
Ou quem por ali passa e corre
Sabe que pode voar...
Porque aprendeu antes a dançar.

Toda essa euforia pelo qual o tempo tem transtornado, o rarefeito em que a maioria dos homens negam por insuficiência física, causando o des...