28 de maio de 2018

"Porquanto a intuição do homem o leva a realizar teu querer e vontade. A eira de sua vida, sempre estará a deriva dos plásticos que as mãos pela consciência a deixa ali sobre a areia da praia. Que mesmo pisada, sabe bem apagar as pegadas de todo e qualquer homem que exista. O homem como bem pode sentir as coisas que lhes proporcionam sensações, ele ao aprender a ouvir com os olhos: saberá muito bem, que mesmo sendo o Sol intocável, esplendor que além de ser sentido, também no além de tudo, seu som é aterrador e ensurdecedor e quando for revelado ao homem. Não assustará quem além de tudo em vida, aprendeu a olhar para o alto, além das nuvens."

Do percurso poético Supernova."

Gosto da palavra Que forma o verso E dá sentido ao pensamento Tudo pela metade Significa nada É como suicidar o pouco que se sabe E tr...