Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

              .DIÁLOGO DA INSANIDADE PSICOLÓGICA. PARTE I
     ─ Havia um nome, subscrito. Num particular, este era visível aos olhos, só não poderia encontrar o que havia apenas na mente do seu paciente. Ela conduzia perguntas, e ele se sem opção lhe respondia. Ela procurava como ter sucesso, e ele ousava permanecer estável. Ele a chamou sem ela estar, e ela veio logo. Brenda, era a brincadeira das palavras de seu paciente. Ele não falou sobre ela, mas ela ousou perguntar... Ele conseguiu sua atenção, sem mesmo forçar o que não podia ser. Ela dizia coisas óbvias, e ele coisas confusas, as quais se mantinham. E ela teimava em falar sobre a sua vida por, ele pensava ser o mistério que ela desejava desvendar, não se submetia a amizade que a mente dela, transmitia. No começo foram apenas perguntas. Depois disso, ela novamente voltou a sua realidade. Sendo a psicóloga que não se via mais como uma pessoas, mas apenas como uma 'doutora.' Ela estava em seu consultório, ele encontrava-se em sua casa. Esperava inspiração... E aqui ele teve.