23 de dezembro de 2009

    ─ O sol está se pondo. E não será este mais que verá amanhã. As lembranças sempre irão correr por sua mente. As cenas aparecem e somem repentinamente. Nunca saberemos o que estará em nossa frente pelos dias. Então descobrimos que estando aqui não seria um bom dia para nos entregarmos." Nós temos muito tempo, mas não para emprestar.
            Eu morreria por você. E você, morreria comigo?

Sua voz... Quanta ternura num só ser, Mas por hoje! Almejo sonhar no teu sono E no limiar do teu descanso Repousar em teus seios!