26 de fevereiro de 2010

         “As tuas lembranças verdadeiras, parecem fantasmas. E as lembranças falsas que aqui lhe envio, serão mais convincentes e poderão substituir a sua realidade.

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...