25 de fevereiro de 2010

     ─ “Enquanto o homem conscientizado, pensa aproveitar-se do homem louco. O homem louco aproveita-se de sua própria liberdade para então enlouquecer o homem consciente. Para vê-lo em breve, depender da loucura para ser consciente. Coisa boa, é ser o que se pode sem prejudicar uma pessoa.”

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...