15 de fevereiro de 2010

"Sobre uma professora, e um filósofo. Um homem, e uma mulher. A verdade é que todos são iguais. Só existem pontos que os diferenciam para então sabermos que cada um é cada um. Mas sendo por fim, todos iguais. Mesmo quando tenta-se fazer igual, ou diferente do que feito está."

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...