4 de março de 2010

“Eu sou poeta, filósofo... E escritor, e o que posso fazer se não pensar no que terei de fazer para as coisas que escrevo, são elas minhas companhias, mais belas. Sinceras, suaves, e acolhedoras... Tão como faz com que as pessoas sejam felizes. São palavras que saem do coração, mas guiadas pela mente, uma mistura de realidade para fazer a fantasia acontecer.”

O elixir da vida

Que frui como fumaça espessa e sem pesar Não faz desvendar nenhum mistério Onde olhos algum vê, sente a alma e morre o corpo E no além d...