9 de abril de 2010

A minhas escritas, são leituras ainda não vistas. Alimenta minha alma, alivia minhas tristezas, e cria novas alegrias. Engrandece meu saber que então fluía pequeno quando eu deixava de ler.

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...