28 de maio de 2010

As coisas não mudam,
mas tem seu tempo certo de viver.
Se dito por querer, e não idealizou,
de certo, foi porque deveríamos seguir.
Mas ainda sim, querendo que
seja aquilo que nos vai ser bom!

È isso que acontece, nos permitimos,
do jeito que somos, mas ainda sim
Não deixamos que o nosso permitido
seja aquilo que querem que seja.

"Atenua-se no vasto céu negro antigas estrelas e esplendorosa e formosa lua...

Fazendo mundos surgirem junto a sensação do vento noturno Solstício outono também declama o amor as folhas Onde cada uma delas também...