28 de maio de 2010

È sentimento real que se perde
È falso sentir que se fala
È vida pra se viver, que se faz
È tudo parar porque não quer

È nada entender, mas ainda lendo
È tudo interpretar do jeito que se lê
È do jeito que se vê, que pode-se fazer
È errando que se aprende, não é?

È tudo na razão, ou nada?
Sim ou não?
È tudo do jeito que se faz
Sem deixar de o fazer!

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...