11 de maio de 2010

"Qualquer coisa que me disserem sobre você... Estará incerto, e tudo que eles me falarem sobre você vai estar sempre errado. O vento que está do lado de fora só nos faz sentir. E quando então está por dentro de nosso viver, será o real que sobre tu eu sei. Há até lugares que tu desconhece e eu os conheço. È lá onde eu costumo chamar de lar."

"Atenua-se no vasto céu negro antigas estrelas e esplendorosa e formosa lua...

Fazendo mundos surgirem junto a sensação do vento noturno Solstício outono também declama o amor as folhas Onde cada uma delas também...