Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

terça-feira, 22 de junho de 2010

(...)                  (...)



"Quando uma pessoa sofre pelo seu personagem. Isso se chama delírio mental. Quando outra pessoa, segue este delírio. Torna-se uma insanidade, sem controle. Quando muitas pessoas, perdem tempo, causando intrigas, e conflitos num mundo 'falso' constata-se a passagem do tempo a vivência naquilo que estava pronto, e foi tomado.

"E a perca de ideologia, própria. È ostentação por bens que nunca terá... A linha invisível, te separa do real, e você passa a centrar sua vida ao nada, dando vazão apenas as palavras que geram sentimentos!"

Não existe sentimento verdadeiro, por aquilo que tomou, sobre os dedos alienados pela mente quando se fazia naturalmente, o mesmo motivo que não existe um mundo 'falso' ou inventado "perca-se." Você sente que a seu redor, só há pessoas falsas. Há algumas que desejam ser como você, outras usam suas fotos, em murais que se tornam crucifixos. Ilusórios sentimentos, sorrisos irreais. Para afundar-te em sua própria quimera desmedida por falta de criatividade... Separa-se, o imaginário do falso. Estando no real entre os dois.

"Vivo assim, de forma tresloucada, a qual você imagina ser insanidade. Que para para mim, é tão normal quanto ao que sua mente cria sobre mim. E para que você permaneça neste meu mundo, existe possibilidades, e não fatos. Embarque em minhas loucuras, ou crie, as tuas. "Para que você, alcance o lugar onde minha insanidade, se põe a adormecer. Nunca se esqueça, que seus olhos não alcançam. Mas poderão ver a verdade."