14 de junho de 2010

Sinto-me uma ápice intocável, por qualquer male que exista...
Pois se existo sei das coisas que pode me existir!
Um epicentro onde espalha-se inspirações infinitas... Ar, água, fogo, terra, tudo parte de mim!
Dedico a, Victoria// Por maravilhosos 3 anos.

"Eu e Ela."

Não são moedas meus anseios Ardentemente, desejo além do pensamento Porque não enxergo com os olhos Enxergo com a alma E somente ela sab...