26 de dezembro de 2010

"Eu me contive para não chorar. Mostrar as lágrimas... Mas por dentro meu coração chorou de pura e verdadeira alegria. Não me vi desalegre na emoção dos meus sentidos, só me via triste quando deixava de chorar querendo contemplar o que era vida."

"Atenua-se no vasto céu negro antigas estrelas e esplendorosa e formosa lua...

Fazendo mundos surgirem junto a sensação do vento noturno Solstício outono também declama o amor as folhas Onde cada uma delas também...