5 de janeiro de 2011

Sob e desce como quem quer
E tudo no seu tempo sem ser
Encanta os cantos, é luz real
Sorrindo espanta os males
E faz nascer como uma flor
Singela e bela, como Gabi sabe
Incensam o ar com aroma de lua
Retratam as imagens que se passam
Distingue a passagem dos lugares
Condenas a morte como quem vives
nem sombras nos pensamentos
Pois faz de sombras, cores e formas
Lupcia como sóis e luas
Dum sorriso que purifica a dor
Constelações como quem se cria
nasce e cresce com a certeza
De existir por dentro uma alma
E por fora ser um corpo
Que sobe as mesas e desce as ruas
E nunca a naufragar...

Nós que confiamos em Deus, sabemos que não é  porque podemos uma ou outra coisa que a vida se realiza ou está realizada, mas é na superiorid...