2 de março de 2011

"Diretrizes dos linhares."

O plano impensado, se cria
Finda antes nas linhas
Para o realizar prudente
D'ondes cruzas os campos
Sobre flores e rochas
Que por cima voa
Asas leves, elevadas aos sinos
Horizontais nas cores das planícies
Versificamm os astros das estrelas
Ocxidentais que se aproximam
Não será "um" mundo
Por continentes, só continentais
Indiferenças que não deseja
"A" cidade de cidades
Cor do sol para todos
Gira o mundo, e tudo permanece
"Que" são todos só pessoas
Faz porque os governos, se dividem
E é só governo
Presidência que ante tudo só se dirige
E demora a união!
A natureza tropical, indefinida
Forja as catástrofes naturais
Feita de destino louvado pela força divina
Que nem aos outros olhos puros piedade pede.

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...