2 de março de 2011

"O coração que vive, sente. E muito do que se sente, se expressa no silêncio das palavras. Formando campos onde se colhe sorrisos."

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...